20/02/2017

Carnaval: para onde ir?

Inspire-se nos roteiros repletos de cultura, marchinhas, folias e atrativos naturais

 

Uma das datas mais esperadas do ano, o Carnaval atrai milhares de pessoas para explorar novos destinos. Na folia, em meio aos bloquinhos, desfiles ou apenas para aproveitar a folga em algum lugar diferente, opções não faltam para se divertir. Confira algumas sugestões para aproveitar a folia:

580x476.[2]

Rio de Janeiro (RJ): as belezas naturais do Rio atraem diversos turistas. Corcovado, Pedra da Gávea, Morro Dois Irmãos, Parque Lage e outros pontos de turismo ecológico são visita obrigatória. Acompanhar os desfiles das escolas do grupo Especial também é uma tradição.
Há ainda shows em trios elétricos e marchinhas tradicionais. Uma das bandas mais conhecidas dos blocos do carnaval carioca é a Banda de Ipanema. Outras opções são os bailes do Scala Rio e o popular Baile do Cordão do Bola Preta.

Belo Horizonte (MG): o carnaval de rua de Belo Horizonte conta com mais de 200 blocos divididos entre caricatos e escolas de samba. Um dos destaques é o Bloco Baianas Ozadas, que sempre reúne milhares de pessoas. A Banda Mole e o tradicional concurso de marchinhas também movimentam a cidade.
Além disso, você pode passar por Ouro Preto e Caeté, localizadas a poucos quilômetros de distância e que contemplam o tradicional carnaval de marchinhas. Fora da folia, em Caeté também é possível aproveitar a Cachoeira de Santo Antônio, uma das trilhas mais famosas do ecoturismo na cidade.

Porto Seguro (BA): o CarnaPorto tem 20 anos de tradição. Fora a famosa Arena Axé Moi na Praia de Taperapuan, a prefeitura de Porto Seguro oferece todos os anos o circuito Passarela do Álcool, atual Passarela do Descobrimento. Milhares de pessoas se concentram na avenida para ver os shows ou aproveitar a praia do Cruzeiro.. A programação conta com bandas e ícones do Axé music. Já o CarnaPorto oferece duas opções para curtir a festa: camarote ou pista.

Maceió (AL): blocos de rua superanimados, desfiles de escola de samba e muitos bailes carnavalescos. Maceió é o espaço das populares festas de rua. A cidade também possui algumas das mais lindas orlas do País. A Praia da Barra de São Miguel e a Praia do Gunda são imperdíveis. Nas ruas, a agitação fica por conta do Bloco Pinto da Madrugada, famoso por arrastar multidões. As escolas de samba se apresentam na orla de Pajuçara em meio a cenários coloridos e vibrantes carros alegóricos.

Fortaleza (CE): o frevo e o maracatu são os ritmos mais tocados nas festas. O Bloco Luxo na Aldeia é considerado um dos mais tradicionais e se apresenta em um palco no Mercado dos Pinhões. Durante a passagem pela cidade, aproveite para visitar o Centro Dragão do Mar, complexo de artes e cultura da cidade. Há ainda as festas "Mela Mela", que acontecem em diferentes localidades e no interior do Ceará. Nelas, é possível curtir forró, axé, samba e até rock. Para sujar os foliões são utilizados spray de espuma, goma, ovo e farinha.

São Luís (MA): batuques e personagens folclóricos ocupam as ruas com blocos, escolas de samba, bandas, grupos de cultura afro e as tradicionais charangas. Marchinhas e frevos também invadem a cidade durante o feriadão. Um destino ideal para relaxar é a Praia de Olho D'Água, com formações de dunas, morros e falésias – o lugar conta com diversas opções de quiosques. Há ainda os tradicionais Bloco Afro e Tribo de Índio, além dos grupos locais, como o Tambor de Crioula.

Olinda (PE): conhecida pela presença dos bonecos gigantes, Olinda atrai pessoas de todas as partes do mundo com suas marchinhas e frevos. A festa acontece no Centro Histórico, reunindo mais de um milhão de foliões, além de mais de 500 grupos carnavalescos. O Carnaval na Ladeira traz diversas participações de artistas nacionais.

São Paulo (SP): fora o famoso Sambódromo do Anhembi, bailes e blocos de rua são considerados um dos eventos populares mais importantes do País. Dos 495 blocos inscritos, 381 estão confirmados. A região da Sé, no centro, é a que terá o maior número, são 105 ao todo. Pinheiros, na zona oeste, terá 86, seguido pela Lapa (31) e Vila Mariana (25).


Voltar

Compartilhar com
meus amigos

Facebook Twitter